top of page

Retalhos


Décadas atrás, quando o comércio da W/3 Sul reinava absoluto, eu seguia por ela da 112 sul para o Elefante Branco, onde estudei por vários anos. No meu trecho, havia lojas movimentadas de todo tipo e cheiro bom no ar das padarias em ebulição. O que mais me encantava e me prendia atenção, eram as lojas de tecidos. O colorido dos panos, as estampas, as texturas, achava tudo encantador, me prendiam os olhos. Desde criança gosto de inventar meus vestidos, frequentar costureiras, escolher botões, fitas e fechos. Tenho a estranha mania de mandar fazer roupas para eventos especiais, como casamentos, inclusive o meu. Um risco que nem sempre dá certo, mas me dá uma enorme satisfação me vestir by Elisa M. Meu armário é uma explosão de cores e muito dos tecidos vieram da hoje decadente e adorável W3 Sul.

** fiz o poeminha em 10/08/2013 depois de uma andada pela W3. Brasilienses entenderão.

Retalhos Cores invisíveis Flores mortas Flores... flores.. flores... Eco de passos que vão longe...longe... longe...



0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Deixe seu comentário

Âncora 1
Assine aqui para receber os novos textos!

Obrigado pelo envio!

bottom of page