top of page

Min. da Cultura lança prêmio para mulheres

Que satisfação entrar no Palácio do Planalto como convidada, para um evento de Cultura, depois do pesadelo que ocupou esse prédio durante quatro anos.

A cerimônia de lançamento do Prêmio Carolina Maria de Jesus de Literatura Produzida por Mulheres 2023, foi no dia cinco de abril e contou com a presença de várias autoridades do Governo, do Legislativo, escritores e produtores literários.


A premiação é uma oportunidade de ouro para visibilizar a produção de escritoras brasileiras, especialmente das autoras negras e indígenas, ainda tão alijadas no mercado editorial e pouco divulgadas nas mídias.


O edital prevê a seleção de 40 obras dos diversos estilos da literatura e prêmio no valor de R$ 50 mil para cada uma das vencedoras. Vamos lá tentar, né.





E que honra conhece e abraçar a professora Vera Eunice de Jesus, filha da grande escritora homenageada do evento, a mineira Carolina Maria de Jesus, que produziu uma das obras mais importante da literatura brasileira, o diário Quarto de Despejo, lançado em 1960. A obra foi traduzida para treze idiomas e vendida em 40 países.


Mulher negra, mãe solteira de três filhos, moradora da favela do Canindé, em São Paulo, Carolina tirava o sustento da família como catadora de objetos recicláveis. Várias páginas do seu livro foram escritas durante as caminhadas pelo centro da cidade, à lápis e em pedaços de papéis.


Emocionada, Vera Eunice recordou que por muitas noites suas costas serviram de apoio para que a mãe conseguisse escrever em cadernos até alta madrugada, à luz de vela. Ato de troca, amor e cumplicidade que perdurou até seus 18 anos de idade. Hoje Vera Eunice se dedica a preservar e divulgar o legado de sua mãe, Carolina Maria de Jesus.


0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating

Deixe seu comentário

Âncora 1
Assine aqui para receber os novos textos!

Obrigado pelo envio!

bottom of page